Salvar persistência no pendrive com antiX 19.4

Forum Forums General Other Languages Portuguese Salvar persistência no pendrive com antiX 19.4

  • This topic has 17 replies, 4 voices, and was last updated Sep 28-9:12 pm by ydek.
Viewing 15 posts - 1 through 15 (of 18 total)
  • Author
    Posts
  • #67791
    Member
    ydek

    Olá pessoal!
    Estou tentando salvar as configurações no pendrive com antiX 19.4, na verdade é a Iso pseudo-antiX 19.4.
    Tenho um computador sem UEFI.
    Fiz as configurações de persistência na tela inicial com a função F5, com as opções de configuração padrão (persist_all).
    Dou o boot e faço uns testes como criar uma pasta ou salvar uma imagem, mas ao reiniciar novamente nenhuma configuração é salva.
    Falta fazer alguma coisa?

    • This topic was modified 3 weeks, 1 day ago by ydek.
    #67794
    Member
    Xecure
    Helpful
    Up
    0

    Deixe-me fazer algumas perguntas primeiro.
    1. Como você criou o antiX live on USB? Com o aplicativo antiX ou com outro programa como o Rufus?
    2. Após selecionar a opção de persistência no menu F5, você selecionou F8> “Guardar” para salvar as alterações?
    3. Você pode verificar se um arquivo de persistência foi criado corretamente em / live / boot-dev / antiX / chamado rootfs ou homefs? Isso nos dirá se ele foi criado corretamente.

    Obrigado pelo seu tempo.

    antiX Live system enthusiast.
    General Live Boot Parameters for antiX.

    #67800
    Member
    ydek
    Helpful
    Up
    0

    Olá Xecure, estou usando a sua Iso Pseudo-antiX 19.

    Respostas.
    1) Criei o pendrive com outro programa, o Gnome Disks.
    2) A opção F8 (Guardar) não aparece para mim, não tem essa opção.

    Obrigado pela ajuda.

    • This reply was modified 3 weeks, 1 day ago by ydek.
    #67801
    Member
    PPC
    Helpful
    Up
    0

    Você não disse se configurou primeiro a persistencia…
    Primeiro tem que criar a persistência, depois configurar o tamanho do seu arquivo, etc… e depois é que as suas alterações são gravadas, conforme a sua opção, de imediato, ao encerrar o antiX, ou ao encerrar o antiX é questionado se deseja gravar as alterações.
    Note que, como o Xecure disse, depende da maneira como criou a sua pen bootavel do antiX… Algumas maneiras de o fazer não possibilitam o uso de persistência (por exemplo, não deve funcionar com o Ventoy, etc)

    P.

    Edit: escrevemos ao mesmo tempo… Se não aparece a opção para gravar, é porque o meio que usou para criar a pen bootavel, não deve permitir persistência.
    Se tiver 2 pens, pode usar o proprio antiX para criar uma segunda pen bootavel, que irá funcionar com persistencia…

    • This reply was modified 3 weeks, 1 day ago by PPC.
    #67805
    Member
    Xecure
    Helpful
    Up
    0

    1) Criei o pendrive com outro programa, o Gnome Disks.

    Gnome Disks cria dispositivos live-USB somente leitura (as alterações não podem ser salvas neles). Daí o sintoma:

    2) A opção F8 (Guardar) não aparece para mim.

    Se puder, escolha a opção “toram” no menu F4 e, depois de carregar o sistema, use o “Live USB Maker” (Criador de USB Executável) e clone a versão Live substituindo o dispositivo USB. Isso criará um dispositivo USB ativo com antiX que permitirá que você aproveite ao máximo os recursos de persistência oferecidos pela tecnologia antiX Linux.

    antiX Live system enthusiast.
    General Live Boot Parameters for antiX.

    #67810
    Member
    ydek
    Helpful
    Up
    0

    Você não disse se configurou primeiro a persistencia…
    Primeiro tem que criar a persistência, depois configurar o tamanho do seu arquivo, etc… e depois é que as suas alterações são gravadas, conforme a sua opção, de imediato, ao encerrar o antiX, ou ao encerrar o antiX é questionado se deseja gravar as alterações.
    Note que, como o Xecure disse, depende da maneira como criou a sua pen bootavel do antiX… Algumas maneiras de o fazer não possibilitam o uso de persistência (por exemplo, não deve funcionar com o Ventoy, etc)

    P.

    Edit: escrevemos ao mesmo tempo… Se não aparece a opção para gravar, é porque o meio que usou para criar a pen bootavel, não deve permitir persistência.
    Se tiver 2 pens, pode usar o proprio antiX para criar uma segunda pen bootavel, que irá funcionar com persistencia…

    Olá PPC,
    Eu tenho outro pendrive, vou dar o boot com o pendrive com antiX e vou usar o programa do antiX (Live USB Maker) para gravar no segundo pendrive.
    Então era por isso que não estava conseguindo criar a persistência, porque estava usando outro programa.
    Obrigado pela ajuda.

    • This reply was modified 3 weeks, 1 day ago by ydek.
    • This reply was modified 3 weeks, 1 day ago by ydek.
    #67811
    Member
    ydek
    Helpful
    Up
    0

    1) Criei o pendrive com outro programa, o Gnome Disks.

    Gnome Disks cria dispositivos live-USB somente leitura (as alterações não podem ser salvas neles). Daí o sintoma:

    2) A opção F8 (Guardar) não aparece para mim.

    Se puder, escolha a opção “toram” no menu F4 e, depois de carregar o sistema, use o “Live USB Maker” (Criador de USB Executável) e clone a versão Live substituindo o dispositivo USB. Isso criará um dispositivo USB ativo com antiX que permitirá que você aproveite ao máximo os recursos de persistência oferecidos pela tecnologia antiX Linux.

    Eu tenho outro pendrive, vou dar o boot com o pendrive com antiX e vou usar o programa do antiX para gravar no segundo pendrive.
    Se não der certo, vou tentar essa opção que você indicou.

    #67814
    Member
    marcelocripe
    Helpful
    Up
    0

    Olá ydek.

    Que bom que você criou este tópico, será de grande utilidade para todos os usuários falantes do idioma Português.

    O “Live USB Maker” foi traduzido para “Criador de USB Executável” em pt-BR e “Criar USB-executável” em pt. Na pasta /usr/share/applications e /usr/share/applications/antix, você encontra os nomes originais de todos os programas disponíveis no antiX. Se você acessar estas pastas com o SpaceFM ou o zzzFM, poderá executar qualquer programa clicando com o botão direito do rato/mouse sobre o arquivo .desktop (ícone de atalho) e em seguida na opção Executar.

    #67815
    Member
    ydek
    Helpful
    Up
    0

    Olá Marcelo!
    Obrigado pelas dicas e parabéns pela tradução.

    #67816
    Member
    ydek
    Helpful
    Up
    0

    Estava lendo as opções do Live USB Maker.
    https://mxlinux.org/wiki/help-files/help-mx-live-usb-maker/

    E tive uma dúvida, em “Mode”.
    Para ter a função com persistência devo escolher a opção:
    Full-featured mode – writable LiveUsb

    Seria isso?

    • This reply was modified 3 weeks, 1 day ago by ydek.
    • This reply was modified 3 weeks, 1 day ago by ydek.
    • This reply was modified 3 weeks, 1 day ago by ydek.
    #67845
    Member
    Xecure
    Helpful
    Up
    0

    E tive uma dúvida, em “Mode”.
    Para ter a função com persistência devo escolher a opção:
    Full-featured mode – writable LiveUsb

    Exatamente. É a opção padrão.

    antiX Live system enthusiast.
    General Live Boot Parameters for antiX.

    #67858
    Member
    ydek
    Helpful
    Up
    0

    @Xecure
    Entendi, está ótimo vou usar essa opção.

    #67859
    Member
    ydek
    Helpful
    Up
    0

    Para o pendrive em modo persistência é melhor formatar em Ext4 ou Fat32 ?

    O pendrive que vou usar para o antiX está formatado em Ext4.

    #67860
    Member
    PPC
    Helpful
    Up
    0

    uma dica que vale para todos os casos que envolvem tipos de formatação: Fat32 não é um tipo de formato de arquivos do Linux- utilize qualquer tipo nativo do Linux, como o ext4 que referiu!

    Nota: o Linux consegue ler e escrever em fat e fat32 (e até ntfs, mais recente), mas esse tipo de formato não consegue guardar as permissões de arquivos que o Linux necessita para correr programas- ou seja- pode usar uma partição fat para guardar os seus arquivos- documentos, videos, fotos, etc- mas não arquivos executáveis- eles ficam lá armazenados, sim, mas nunca conseguem obter permissão para executar… logo um sistema linux, instlado numa partição fat, não “roda”…

    P.

    #67861
    Member
    ydek
    Helpful
    Up
    0

    uma dica que vale para todos os casos que envolvem tipos de formatação: Fat32 não é um tipo de formato de arquivos do Linux- utilize qualquer tipo nativo do Linux, como o ext4 que referiu!

    Nota: o Linux consegue ler e escrever em fat e fat32 (e até ntfs, mais recente), mas esse tipo de formato não consegue guardar as permissões de arquivos que o Linux necessita para correr programas- ou seja- pode usar uma partição fat para guardar os seus arquivos- documentos, videos, fotos, etc- mas não arquivos executáveis- eles ficam lá armazenados, sim, mas nunca conseguem obter permissão para executar… logo um sistema linux, instlado numa partição fat, não “roda”…

    P.

    Obrigado pela dica, vou deixar a formatação em Ext4.

    Excelente explicação, realmente Ext4 tem mais vantagens.
    Obrigado!

    • This reply was modified 3 weeks ago by ydek.
Viewing 15 posts - 1 through 15 (of 18 total)
  • You must be logged in to reply to this topic.